Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

> busca avançada

Fundacentro em Pernambuco inicia 2017 com articulações interinstitucionais

Observatório

Uma dessas ações será a participação da Assembléia Legislativa de Pernambuco nas ações do Abril Verde

Por ACS/ A. R. com informações da Fundacentro-PE em 06/02/2017

Em janeiro e na primeira semana de fevereiro, a Fundacentro em Pernambuco iniciou 2017 com uma série de atividades voltadas para a segurança e saúde do trabalhador.

Em 24 de janeiro, houve a Apresentação dos dados da pesquisa com servidores federais da saúde, onde os técnicos da Fundacentro apresentaram à direção do Sindsprev-PE - Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social do Estado de Pernambuco os resultados da pesquisa “Avaliação das Condições de Trabalho dos(as) Servidores(as) do Ministério da Saúde na Cidade do Recife”. Os dados foram obtidos a partir de questionário aplicado em março de 2016, junto à categoria, em 4 grandes hospitais e 3 policlínicas da capital pernambucana. O objetivo do estudo é traçar um diagnóstico das condições de trabalho, acidentes e adoecimentos vivenciados pela categoria. Os dados levantados vão subsidiar o sindicato na proposição de medidas capazes de melhorar as condições de trabalho, promover e preservar a saúde dos servidores. Fruto de parceria entre o sindicato e a Fundacentro, a pesquisa está sendo executada pelos técnicos José Hélio Lopes, Gilson Lucio Rodrigues, Luiz Antonio de Melo e André Santiago Maia (este último, pesquisador da Fundacentro Bahia). Participou também do encontro, o engenheiro Maurício José Viana, diretor da Fundacentro Pernambuco.

O tema Abril Verde foi pauta da visita à Assembleia Legislativa em 31 de janeiro. A Fundacentro integrou a comitiva do Getrin6 em visita à Assembleia Legislativa de Pernambuco, junto ao gabinete do deputado Rodrigo Novaes. O objetivo do encontro foi tratar do apoio dos parlamentares às atividades relacionadas ao Abril Verde/2017, incluindo audiência pública sobre o tema segurança e saúde no trabalho, iluminação da fachada de prédios públicos na cor verde e evento no sertão pernambucano. O Grupo de Trabalho Interinstitucional de Prevenção de Acidentes do Trabalho da 6ª Região (Getrin6) desenvolve em Pernambuco as ações do Programa Trabalho Seguro, sendo composto pelo Tribunal Regional do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Fundacentro, Advocacia-Geral da União, INSS, SRTE, Fiocruz e Prefeitura Municipal de Olinda. José Hélio Lopes (educador) representou a entidade no encontro. Vale destacar que a Lei nº 15.806/2016 institui o Dia Estadual em Memoria das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho e estabelece que todos os documentos expedidos pela Assembleia Legislativa durante a semana do 28 de Abril devem fazer alusão a esta data.

A Cartilha sobre proteção contra riscos elétricos em obras foi concluída no mês de janeiro. A revisão do texto e das ilustrações da nova publicação da Fundacentro intitulada “Proteção contra choques elétricos em canteiros de obras”, de autoria dos engenheiros Maurício José Viana (Fundacentro-PE) e Swylmar dos Santos Ferreira (Fundacentro-DF) vai ajudar na identificação dos riscos elétricos relacionados ao setor da construção, estando voltada para eletricistas, eletrotécnicos, engenheiros de obra, profissionais de segurança do trabalho e outros que militam em canteiros de obras. O material deverá ser publicado ainda neste semestre.

Nos dias 1 e 2 de fevereiro, o engenheiro Mauricio Viana participou em São Paulo da 14ª Reunião Ordinária da Comissão Nacional Tripartite Temática da Norma Regulamentadora nº 35, composta por representantes do governo, dos trabalhadores e do empresariado. A NR-35 estabelece os requisitos mínimos quanto ao planejamento, organização e execução do trabalho em altura, visando garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos nesta atividade.

No dia 2 de fevereiro houve o Lançamento do Observatório do Mercado de Trabalho de Pernambuco, ocasião onde a Fundacentro compôs a mesa de abertura do evento de lançamento do Observatório do Mercado de Trabalho em Pernambuco (OMT-PE), que contou com a presença de dirigentes sindicais, entidades do mundo do trabalho e comunidade universitária. O OMT-PE nasceu de uma parceria enre a Universidade Federal de Pernambuco, o Ministério do Trabalho e o Dieese, tendo como objetivos, o monitoramento, a produção de dados e análises sobre o mercado de trabalho formal, informalidade, negociações coletivas e saúde/adoecimento no trabalho. Luiz Antonio de Melo (chefe técnico) e José Hélio Lopes (educador) representaram a Fundacentro na solenidade.

Já no dia 3 de fevereiro , o Superintendente Regional do Trabalho e Emprego em Pernambuco, Eduardo Geovane de Freitas fez uma visita de cortesia à Fundacentro, acompanhado pelo auditor fiscal Paulo Mendes e pela chefe do setor de comunicação da SRTE-PE, Karla Roque. Eles foram recebidos por Maurício José Viana (diretor da Fundacentro), Marcelo Vasconcelos (chefe substituto) e Luiz Antonio de Melo (chefe técnico). Na ocasião, foram tratados assuntos de interesse comum aos 2 órgãos e entregues aos representantes da SRTE/PE o Informe de Gestão/2015, além de publicações e vídeos da Fundacentro.

Também no dia 3, uma comitiva de alunos do curso de Segurança do Trabalho do Grupo de Ensino Grau Técnico foi recebida pelo técnico da Fundacentro Roberto Cunha Dantas. Na oportunidade, ele conduziu palestra sobre os princípios básicos da prevenção de acidentes e discorreu sobre a missão institucional da Fundacentro.

Compartilhar:

Recomendar Notícia

Recomendar Notícia

É obrigatório o preenchimento dos campos com *

Dados remetente

Dados destinatario

Máximo de 1500 caracteres. Quantidade de caracteres digitados:

Confirmação dos dados - Recomendar essa Notícia

Dados confirmação
Recomendar para outro destinatário

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.