Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

> busca avançada

RBSO - 40 Anos

Revista Brasileira de Saúde Ocupacional: 40 anos a serviço da pesquisa em Segurança e Saúde no Trabalho

 

Grupo de Resgate Histórico

FUNDACENTRO

 

 

 

 

Introdução

 
A Fundacentro - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho tem contribuído com a disseminação de informações para a prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais no Brasil, desde o ano de 1973, por meio de um veículo de divulgação caracterizado por sua pertinência, atualidade e profundidade na abordagem dos temas ligados à segurança e à saúde dos trabalhadores.

 

A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional (RBSO), órgão de divulgação oficial da Instituição, e cujo primeiro número foi publicado no mês de março do ano de 1973, tem servido também, nestes últimos 40 anos, a diferentes entidades e pessoas para a divulgação de seus trabalhos e pesquisas na área da segurança e saúde no trabalho - SST.

 

Em sua apresentação, à época, o Presidente da Fundacentro destaca o entendimento de que a Revista deveria ser um instrumento de divulgação de artigos do mais alto padrão científico e cultural, além de se caracterizar por um cunho eminentemente prático, focalizando fundamentalmente as questões brasileiras nesse campo (RBSO, 1973).

 

Atualmente, a RBSO é um periódico científico de acesso aberto e com revisão por pares. Com frequência semestral, destina-se à difusão de artigos originais inéditos de pesquisas sobre segurança e saúde do trabalhador, cujo conteúdo venha a contribuir para o entendimento e a melhora das condições de trabalho, para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho e para subsidiar a discussão e a definição de políticas públicas relacionadas ao tema (Fundacentro, 2007).

 

A Revista visa, também, incrementar o debate técnico-científico entre pesquisadores, educadores, legisladores e profissionais do campo da SST e de outras áreas correlatas publicando conteúdos atuais e diversificados na composição de cada edição, trazendo também contribuições sistematizadas em temas específicos (Fundacentro, 2007).

 

Lançamento da RBSO

RBSO

A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional (RBSO) foi concebida como uma publicação trimestral, de caráter técnico-científico, sobre temas relacionados às disciplinas que regem a prevenção dos infortúnios do trabalho. Ao ser lançada, seus objetivos eram selecionar e coordenar as informações mais avançadas referentes à saúde ocupacional, assim como divulgar artigos e reportagens sobre problemas e assuntos nacionais e promover o intercâmbio entre todos os que se dedicavam direta e indiretamente à área de Segurança e Saúde no Trabalho (SST).    
 

A Revista em sua diagramação original incluía seis seções de conteúdos: técnico-científico, histórico-cultural, atualidades, educação, documentação, direito e jurisprudência. Os resumos dos trabalhos publicados se apresentavam em português, inglês e espanhol. O setor de biblioteca da Fundação era responsável pela elaboração dos unitermos para os artigos e dos índices de assunto e de autor publicados no último número de cada volume.
 

No seu primeiro ano de publicação, o Diretor Responsável foi Sebastião Annunciato. A Comissão Editorial esteve formada por Oswaldo Paulino e Eduardo Gabriel Saad e o primeiro Conselho Consultivo composto por 48 renomados profissionais da área.

 

O primeiro número do volume I da RBSO, referente a janeiro, fevereiro e março de 1973, e tendo como capa foto noturna da Refinaria Duque de Caxias (Petrobras), foi apresentado ao meio técnico-científico em cerimônia de lançamento que aconteceu no dia 10 de abril daquele ano. A revista foi distribuída durante solenidade de assinatura de convênios visando à especialização de profissionais na área de segurança, higiene e medicina do trabalho, prevista na execução da meta IV do Programa Nacional de Valorização do Trabalhador (PNVT).

Vista geral da solenidade de lançamento da RBSO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                            Vista geral da solenidade de lançamento da RBSO

Vista geral da solenidade de lançamento da RBSO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                            Vista geral da solenidade de lançamento da RBSO

Compareceram à cerimônia, que aconteceu nas instalações da exposição permanente de equipamentos de segurança do Departamento Técnico da Fundacentro, em Perdizes - São Paulo, as seguintes autoridades: Gilson Luiz Vianna, secretário do trabalho do MTPS, Aluysio Simões de Campos, delegado regional do trabalho no estado de São Paulo, Ciro Albuquerque, secretário do trabalho e administração do estado de São Paulo, Walter Engrácia de Oliveira, diretor da Faculdade de Saúde Pública da USP, Diogo Pupo Nogueira, professor da Faculdade de Medicina da Santa Casa, Joaquim A. Junqueira, superintendente da Associação Brasileira para Prevenção de Acidentes, Emilio Santiago de Oliveira, presidente do Instituto Brasileiro de Segurança, Olavo Batista Filho, delegado regional do Ministério da Educação e Cultura e os presidente e superintendente da Fundacentro, Jorge Duprat Figueiredo e Moacyr Gaya.
 

Ao fazer menção sobre a iniciativa da RBSO, Oswaldo Paulino, da Comissão Editorial, salientou na ocasião: "a publicação representa um marco na evolução da saúde ocupacional no Brasil e beneficiará todos os que militam neste setor, enquadrando-se perfeitamente no espírito do PNVT, que expressa a preocupação do governo no bem mais precioso de uma nação: o homem e a sua saúde" (Fundacentro, 1973).

 

Segundo Wünsch Filho (2011): "O enfoque editorial do número pioneiro da RBSO traduzia o seu tempo. A mensagem, progresso como corolário do acesso à informação, estava em sintonia com o 'milagre econômico brasileiro' que se encerraria naquele ano."
 

Lançamento RBSO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                     Dr. Jorge Duprat Figueiredo, Dr. Gilson Luiz Viana,

                                                                                                                                     Dr. Olavo Batista Filho, Dr. Walter Engrácia de Oliveira,

                                                                                                                                     Dr. Oswaldo Paulino e Dr. Diogo Pupo Nogueira

Lançamento RBSO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                      Dr. Olavo Batista Filho, Dr. Walter Engracia de Oliveira,

                                                                                                                                      Dr. Oswaldo Paulino e Dr. Diogo Pupo Nogueira.

Trajetória da RBSO
 

Ao longo de suas primeiras edições, o Conselho Consultivo da Revista foi sendo pouco modificado. A partir do seu segundo número, amplia-se para mais de cinquenta os membros colaboradores. A Revista recebe inúmeros pedidos de assinatura e incentivos por parte de autoridades, especialistas e entidades. Passa a inserir os resumos também em francês, para ampliar sua divulgação na comunidade técnico-científica e também pela importância dada aos seus conteúdos na França.

 

Ainda segundo Wünsch Filho (2011): "Desde o marco inicial, folhear os sucessivos números da RBSO é transitar, em diferentes épocas, pelos principais tópicos relacionados à SST, muitos dos quais tratados por ícones desta área no país."
 

O projeto inicial da RBSO permanece até o ano de 2003 quando se inicia um trabalho de reorientação da Revista pela Diretoria Técnica da Instituição. Havia na época grande necessidade, expressa por vários representantes do meio acadêmico, de uma revista de reconhecimento científico que publicasse, especificamente, pesquisas no campo da saúde do trabalhador. A versão atual do periódico científico é fruto da reestruturação implementada no ano de 2006, que reuniu os pesquisadores José Marçal Jackson Filho, Eduardo Garcia Garcia, Mina Kato e Eduardo Algranti, entre outros. O corpo editorial foi redefinido. Abriu-se também a uma extensa rede de pesquisadores de diversas instituições a possibilidade de colaborar na avaliação e publicação de artigos. Essas ações asseguram a periodicidade e pontualidade do periódico, hoje com duas edições anuais.
 

Desde 2006, as formas de organização e desenvolvimento dos trabalhos de elaboração e publicação da RBSO ganharam perenidade institucional na forma do "Regimento da Revista Brasileira de Saúde Ocupacional - RBSO", a partir da aprovação e publicação na Portaria nº 256, da Presidência da Fundacentro, de 19 de dezembro de 2006. O novo Conselho Editorial tomou posse em maio de 2007. Segundo Garcia (2007): "As contribuições do novo Conselho foram de fundamental importância na reconfiguração de metas, estratégias e, sobretudo, da política editorial da revista."
 

Uma das conquistas da nova fase foi indexar a revista em várias bases bibliográficas especializadas em artigos científicos, como a SciELO - Scientific Eletronic Library Online e a LILACS - Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde. Esse impulso também vem sendo dado pela avaliação Qualis, criada pela Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. A RBSO está classificada em 19 áreas diferentes.
 

Estrutura editorial atual

 

O largo escopo dos trabalhos publicados pela RBSO exige editores de várias especialidades. A equipe editorial conta com pesquisadores de diferentes áreas e unidades da Fundacentro tendo, atualmente, os pesquisadores Eduardo Algranti e José Marçal Jackson Filho, como editores científicos, e o pesquisador Eduardo Garcia Garcia como editor executivo. O Conselho Editorial está composto por 15 pesquisadores, de diferentes universidades e regiões do Brasil, com relevante produção científica em diversas disciplinas relacionadas ao campo da Saúde e Segurança no Trabalho como medicina, toxicologia, saúde coletiva, engenharia, ergonomia, psicologia, educação e sociologia. Outros 12 pesquisadores colaboram como editores associados da RBSO. A revista conta também com uma equipe de 3 colaboradores para apoio administrativo, produção gráfica e eletrônica.
 

Segundo o atual editor executivo da RBSO, a Revista "vem propiciando uma oportunidade de troca de experiências com pesquisadores de outras instituições e é uma publicação importante por ser um lócus da produção científica na área. Melhor indexada, ela se mantém como fonte de disseminação de informações, consolida-se como referencial técnico-científico e fortalece o papel institucional da Fundacentro como instituição de pesquisa".

 

" A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional é um patrimônio da Fundacentro e da comunidade que tem interfaces com o tema da Saúde e Segurança no Trabalho.", como bem registram Garcia e Jackson Filho (2007).

Referências


Fundação Centro Nacional de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho. A informação como instrumento do progresso. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 1, n. 1, p. 7, 1973.

________ P.N.V.T. (meta IV): novos convênios são assinados. Boletim Informativo Fund. Cent. Nac. Hig. e Med. Trab., v. 4, n. 40, 1973.

 

Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina doTrabalho. RBSO comemora 40 anos. abr. 2013. Disponível em: fundacentro.gov.br/noticias/detalhe-da-noticia/2013/4/rbso-comemora-40-anos. Acesso em: 21 nov. 2013.

 

Garcia, E. G., Jackson Filho, J. M. Sobre o projeto de reestruturação da RBSO. Editorial. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 32, n. 116, p. 4-5, 2007.

 

Wünsch Filho, V. A RBSO em perspectiva. Editorial. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 36, n. 123, p. 6-7, 2011.

 

 

 

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.